Empreendedorismo: 7 Dicas para ter uma grande ideia

Ter a próxima grande ideia pode parecer muito simples, afinal, quem pensa em empreendedorismo tem inúmeras e todos os dias. Mas como saber se sua a ideia tem potencial para ganhar mercado e tornar-se um sucesso?

Antes de apresentar as 7 dicas de como chegar a uma grande ideia, é preciso que fique claro que o que dizem por aí é verdade: uma ideia não tem qualquer valor se não for executada. Se ela não sai da sua cabeça ou do papel, é simplesmente uma ideia.

1. Explore problemas que ainda ninguém solucionou

Qualquer um que realize uma pesquisa simples irá concluir algo muito importante. Grandes ideias surgiram de problemas não solucionados por ninguém ou solucionado parcialmente. Grandes exemplos são empresas como Easy Taxi. Antes da sua atuação, chamar um táxi ou mesmo esperar que um passasse próximo era um exercício de paciência. A empresa hoje resolveu este problema e entrega corridas com muito mais eficiência, tanto para o passageiro quanto para o taxista.

Outra empresa que pode ser citada é o Buscapé. Antes, comparar o preço de um produto levava muito tempo, visto que o consumidor precisava acessar muitas lojas, de forma presencial ou online, para obter o melhor preço. Hoje, a esmagadora maioria de produtos é comparado pela aplicação da empresa e entregue ao consumidor com as melhores ofertas.

2. Dê preferência à ideias que não concorram com grandes players

Suas chances serão maiores quando explorar mercados sem um domínio total de grandes empresas. Fazer com que um consumidor deixe de usar um serviço já consolidado é uma tarefa que exige muita pesquisa, muito tempo e principalmente muito dinheiro. Existe sim uma chance, que é criar o mesmo serviço já com as correções para os pontos fracos cometidos pelo grande concorrente, somados à alguma grande inovação, mas sejamos sensatos, com tanto dinheiro investido em profissionais incríveis e tanta tecnologia, você acha realmente que tem chance? Se a resposta é sim, siga em frente, existem muitos casos de sucesso pra te estimular.

3. Comece a validar sua ideia com pessoas muito críticas

A maioria das pessoas tem por natureza o hábito de consultar as pessoas mais próximas sobre tudo, porém, estas são aquelas que apoiam tudo ou quase tudo que você faz. Certamente estas pessoas acharão a sua ideia incrível e é por isso que elas não são as mais indicadas para isso. Sabe aqueles colegas de trabalho super críticos? Comece falando com eles. Te farão um milhão de questionamentos e você precisará convencê-los que a ideia é realmente boa e funciona.

4. Explore massas ou grandes nichos

Foque em ideias com grande potencial de ganhos. Como empreendedor você precisará pensar nos investidores, e eles não colocarão dinheiro em empresas com um número muito restrito de potenciais consumidores. Pense sempre grande.

5. Observe o comportamento das pessoas

As pessoas demonstram seu “modus operandi” o tempo todo. Extrair o sentimento das pessoas em relação a tudo é bastante importante para chegar às grandes ideias. Seja andando pela rua, passeando pelo shopping, trabalhando, almoçando ou em qualquer outra situação, as pessoas mudam a fisionomia, fazem caras e bocas e até mesmo fazem comentários que podem te conduzir a alguma conclusão, seja ela positiva ou negativa, o que poderá gerar grandes insights.

6. Seu maior crítico é você?

A melhor coisa para as suas ideias é estar cercado de pessoas críticas, mas você ser seu maior crítico necessita de bom senso. Ser crítico é muito importante, isso ajudará a eliminar ideias que de forma alguma se sustentem e a selecionará as que tem um potencial a ser explorado. Lembre-se, apaixonar-se por sua ideia só irá colaborar para que você não perceba as inconsistências dela.

7. Seja teimoso

Sabe as seis dicas anteriores? Desconsidere todas e execute sua ideia, por mais absurda que pareça. Eu e todo mundo provavelmente diríamos que a maioria das suas ideias jamais iriam pra frente e esse deve ser o seu maior estímulo. Empreendedores de grandes ideias têm a ótima mania de ignorar e provar que todos estavam errados.

Fonte: Impacta